terça-feira, 14 de junho de 2011

.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
 
VVVvvvvvvVVVUUUUUUUUUUUuu UUUUUUuuuuuuuuuUUUUVVVVvuuu  vvVVVVVUUUUU

vento na fresta da janela
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

3 comentários:

Francisco Valdir disse...

Olá, Ana!
Não tenhas medo! Pode curtir o som!
Lembre-se: "FANTASMAS NÃO EXISTEM"!
Um abraço!!!!!

arKana disse...

tzzzzz ahhhh tzzzz ahhhh
vento do mar a bater na areia :)

a.mar disse...

Olha...
tanta coisa que o vento nos diz ao entrar...

Um Abraço, Francisco!

Um Abraço arKana!